abrir cnpj

Novas empresas: como abrir um CNPJ em São Paulo

O Brasil é um país empreendedor. Segundo o Sebrae, são abertos mais de mil novos negócios por mês. E a tendência é que este número só cresça. Mas abrir uma empresa não é tão simples assim. É preciso ter um plano bem estruturado, definir o modelo de negócio e, claro, ter capital para investir. 

Além disso, é necessário seguir alguns procedimentos legais para garantir que a sua empresa esteja regularizada perante às leis brasileiras.

Uma das etapas mais importantes na hora de abrir uma empresa é o registro do CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica). O CNPJ é um número único que identifica a sua empresa perante às autoridades fiscais e tributárias. Sem ele, a sua empresa não poderá emitir notas fiscais, realizar transações bancárias e contratar funcionários, entre outras coisas.

Para te ajudar nesta etapa crucial do processo de abertura da sua empresa, preparamos este artigo com todas as informações necessárias sobre como abrir um CNPJ em São Paulo.

Passo a passo para abrir um CNPJ em São Paulo.

Primeiramente, o empreendedor deve se dirigir à Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp) para iniciar o processo de abertura do CNPJ. A Jucesp é o órgão responsável pelo registro e legalização das empresas no estado.

Para solicitar o registro, é necessário apresentar uma série de documentos, que variam de acordo com o tipo de empresa a ser aberta. Alguns dos documentos exigidos são:

– Certidão negativa da dívida ativa do estado;

– Declaração simplificada da receita bruta;

– Documentos pessoais do proprietário e sócios da empresa;

– Contrato social da empresa;

– Alvará de funcionamento, quando necessário.

Após a apresentação dos documentos, a Jucesp analisará se todos os requisitos foram atendidos e emitirá o certificado de registro da empresa, que é o documento oficial que comprova a existência da mesma.

O que é o Registro Geral de Empresas (RGE)?

O Registro Geral de Empresas (RGE) é um documento oficial que contém informações sobre uma empresa, incluindo o nome, endereço, número de telefone e outros dados relevantes. Ele também pode conter informações sobre os sócios da empresa e seus respectivos papéis na organização. 

O RGE é emitido pelo Serviço de Registro de Empresas (SRE), que é uma divisão do Ministério do Trabalho.

ICMS, ISS, Simples Nacional ou Lucro Presumido: Qual das opções de tributação mais se encaixa na sua empresa?

As empresas podem optar pelo ICMS, ISS, Simples Nacional ou Lucro Presumido como forma de tributação. Cada uma dessas opções tem vantagens e desvantagens que devem ser consideradas na hora de escolher a melhor forma de tributação para a sua empresa.

O ICMS é uma taxa que incide sobre o movimento de mercadorias e serviços prestados dentro do estado. A alíquota do ICMS varia de acordo com o produto ou serviço e pode ser cobrada pelo estado onde a mercadoria é vendida ou pelo estado onde o serviço é prestado.

O ISS é uma taxa que incide sobre serviços prestados por empresas no âmbito municipal. A alíquota do ISS varia de acordo com o tipo de serviço prestado e pode ser cobrada pelo município onde o serviço é prestado.

O Simples Nacional é um regime tributário especial que possibilita a tributação das microempresas e empresas de pequeno porte com alíquotas reduzidas. Para se enquadrar no Simples Nacional, a empresa precisa atender a determinados critérios, como faturamento anual bruto não superior a R$ 4,8 milhões.

O Lucro Presumido é um regime tributário especial para determinadas atividades econômicas, nas quais o lucro da empresa é estimado pela Receita Federal. A alíquota do Lucro Presumido varia de a 32%, dependendo da atividade exercida pela empresa.

Cuidado com as armadilhas ao abrir uma nova empresa!

Ao abrir uma nova empresa, é importante estar atento a algumas armadilhas que podem comprometer o sucesso do negócio. Confira algumas dicas para evitar problemas:

  1. Não se precipite: 

É importante levar o tempo necessário para planejar e pesquisar antes de abrir qualquer tipo de empresa. Isso evitará erros e imprevistos no futuro;

  1. Tenha um bom plano de negócios: 

Um plano bem elaborado é essencial para o sucesso de qualquer negócio. Ele irá orientar todas as ações da empresa, desde o início até a expansão do negócio;

  1. Cuidado com as dívidas: 

Ao iniciar qualquer tipo de empreendimento, é importante ter cautela com as dívidas que poderão ser contraídas. É crucial planejar os gastos e investir apenas o necessário para evitar problemas no futuro;

  1. Conheça seu mercado: 

Antes de começar qualquer negócio, é fundamental conhecer bem o mercado onde pretende atuar. Isso inclui estudar a concorrência, identificar nichos de mercado e saber quais são as tendências do setor;

  1. Escolha bem seus sócios: 

Caso opte por abrir uma sociedade, é crucial escolher bem os sócios com os quais irá trabalhar. Dê preferência a pessoas confiáveis e competentes, que estejam alinhadas com os objetivos da empresa;

  1. Invista na qualidade dos produtos/serviços: 

Oferecer produtos/serviços de qualidade é essencial para conquistar e manter clientes satisfeitos. Para isso, invista em treinamento constante da equipe e na aquisição de equipamentos/matérias-primas de boa qualidade.

Abrir uma empresa não é tarefa fácil, pois exige muito trabalho e dedicação por parte do empreendedor. Com essas dicas, no entanto, o processo ficará mais simples e você conseguirá focar no que mais importa: o rendimento da sua empresa. Boa sorte!

Se você está pensando em abrir uma nova empresa em São Paulo, saiba que a Contabilidade Olimpia está aqui para te ajudar! Com sede na cidade de São Paulo, oferecemos todos os serviços contábeis que sua empresa necessita para operar de forma legal e segura. Não perca tempo e entre em contato conosco agora mesmo!

Este artigo foi útil? Deixe um comentário!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + dezesseis =